Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Médico brasileiro enviou mensagem para Joko Widodo pedindo o fuzilamento

É evidente que a mensagem do médico não teve influência nenhuma para o desfecho do caso e provavelmente sequer foi lida, mas a sua atitude sórdida suscita algumas questões macabras. O que leva alguém a torcer pelo fuzilamento de alguém, como se estivesse numa arquibancada acompanhando uma partida de futebol na expectativa de comemorar um gol? De onde surge a motivação para pedir a execução de um sujeito que tentou entrar com 13,5kg de cocaína em um outro país?

Será que o médico mineiro João Paulo Faria, que nas redes sociais e em seu blog faz questão de demonstrar todo o seu apreço pelo senador Aécio Neves, exigiria a mesma punição aos responsáveis pela carga de 500kg de cocaína encontrada dentro do helicóptero dos seus conterrâneos, os Perrella?

SAIBA MAIS: Aécio, o helicóptero dos Perrella e a rota da cocaína em Minas Gerais

Admirador de Rodrigo Constantino, crítico dos médicos cubanos e autor de um blog chamado 'Médico Liberal', João Paulo Faria não será capaz de diagnosticar a si próprio, mas está claro que sofre de indignação seletiva e falso moralismo.

Seus tuítes:

@JPauloMD: President @jokowi_do2, Mrs @dilmabr doesn't represent the will of the brazilians. We support the justice of Indonesia.

@JPauloMD: Presiden @jokowi_do2, @dilmabr tidak mewakili kehendak brazilians. Kami mendukung keadilan Indonesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores