Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

sexta-feira, 6 de março de 2015

Babacas et al

Diogo Mainardi chama Lobão de "líder" e "comandante"

Comentarista da GloboNews, Diogo Mainardi, que mora em Veneza, na Itália, convoca o músico Lobão para estimular a participação popular em um protesto que pedirá o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Mainardi tenta inflar o ego de Lobão: "Você é corajoso. Nosso comandante. Você é nosso líder"

lobão mainardi impeachment dilma
Lobão e Diogo Mainardi (Pragmatismo Político)

Revista Fórum

Em vídeo publicado no YouTube, na última terça-feira (3), o jornalista Diogo Mainardi convoca o músico Lobão para inflamar a participação do público em um protesto marcado para o próximo dia 15, que deve defender o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Na conversa, o apresentador da GloboNews busca o tempo inteiro inflar o ego do cantor, chamando-o de "comandante" e "corajoso". "Você é nosso líder", sentencia.

Lobão, por sua vez, diz que é hora de superar as rusgas dos movimentos oposicionistas e ter um momento de união. "E onde estão os seus colegas músicos, a não ser nos atos do PT?", ironiza Mainardi. O roqueiro afirma se considerar um verdadeiro "rebelde", ao contrário das críticas que vem recebendo de que teria se tornado um conservador ao se alinhar à direita.

SAIBA MAIS: "Mentira deslavada", diz Letícia Sabatella sobre falso vídeo que convoca protesto

Em uma explanação confusa e atirando para todos os lados, ele centra parte de suas críticas no Ministério da Cultura. "Você tem um Capilé, que agora é o mentor espiritual da coisa, que é um cara que odeia artista, odeia o autor, quer destruir o autor, nunca leu o livro. Acha que livro é uma coisa antiga, passada, pretérita, e é um articulador. Na verdade, ele foi parido através do Gilberto Gil, que também é um cara que botou o Juca Ferreira". A frase é interrompida por Mainardi: "Também nunca leu um livro, o Gilberto Gil".

Lobão, então, emendou o papo em críticas a Caetano Veloso, ao movimento Tropicália e aos artistas da nova geração, quando foi alertado pelo colega sobre qual o objetivo central da conversa: concentrar forças para o ato contra o governo federal.

Vale lembrar que o cantor foi motivo de piada por ter ameaçado deixar o Brasil caso Dilma vencesse as últimas eleições. O evento "Festa de Despedida do Lobão", criado no Facebook, teve quase 200 mil adesões à época, com pedidos para que ele, de fato, cumprisse a promessa. Minutos após o discurso da presidenta reeleita, a frase "Tchau Lobão" esteve entre os primeiros lugares na lista dos assuntos mais comentados do mundo no Twitter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores