Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

terça-feira, 31 de março de 2015

Comissão da Memória e Verdade

A Comissão da Memória e Verdade da UFSC irá iniciar seus trabalhos públicos nesta quarta. dia 1º de abril, às 9h, com a palestra "O legado da Comissão Nacional da Verdade à sociedade brasileira", ministrada pela advogada e professora universitária Rosa Maria Cardoso da Cunha, no auditório da Reitoria. Rosa Maria foi a quarta coordenadora da Comissão Nacional da Verdade (CNV), entre maio e agosto de 2013, a qual tem integrado desde sua instalação em maio de 2012.

Segundo a professora e membro da Comissão da Memória e Verdade da UFSC, Ana Lice Brancher, a atividade "é importante na conjuntura atual, em que ainda há pessoas querendo a volta dos militares ao poder. Uma parte da sociedade não sabe o que foi a ditadura e será possível esclarecer o que significa viver num regime ditatorial, com a perda de direitos e perseguições".

Além da palestra, Rosa Maria participa de um encontro com os membros da Comissão da UFSC para discutir metodologias de trabalho durante a tarde. "É uma reunião interna e ela irá conversar conosco e orientar sobre a experiência das entrevistas, de como conseguir acesso a determinados arquivos, lidar com os representantes das Forças Armadas, entre outros assuntos."

Participam do evento, pela manhã, a reitora da UFSC, Roselane Neckel; a reitora do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Maria Clara Kaschny Schneider; o Coletivo Catarinense pela Memória, Verdade e Justiça; o procurador regional dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal em Santa Catarina (MPF/SC), Maurício Pessutto; e o assessor de Relações Institucionais da OAB-SC e coordenador da Comissão Estadual da Verdade Paulo Stuart Wright (CEV), Anselmo Machado.

A palestra marca o Dia Estadual do Direito à Verdade e à Memória, uma homenagem a quem lutou contra a ditadura implantada pelo golpe militar de 1º de abril de 1964. A Comissão da UFSC, formada por dez membros da comunidade universitária, trabalhará durante um ano para apurar e identificar atos arbitrários, violentos e de cerceamento das liberdades individuais e dos direitos humanos que atingiram a comunidade da UFSC durante a ditadura militar do Brasil.

http://noticias.ufsc.br/2015/03/legado-da-comissao-nacional-da-verdade-e-tema-de-palestra-nesta-quarta-na-ufsc/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores