Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

quinta-feira, 9 de julho de 2015

As verdades sobre DEM e PSDB vieram da pessoa mais improvável

As verdades sobre a oposição na Câmara - PSDB e DEM - vieram da pessoa mais inusitada e improvável: um deputado do PSC. O plenário fez silêncio diante do discurso que surpreendeu muita gente

Silvio Costa oposição DEM PSDB
O deputado Silvio Costa (PSC-SP)

Em sessão para votação da medida provisória sobre o refinanciamento das dívidas fiscais e trabalhistas dos clubes de futebol profissional, na tarde de ontem (7), o deputado Silvio Costa (PSC-PE) fez duras críticas aos parlamentares do PSDB e ao DEM – a quem tem chamado ironicamente de "paladinos da ética" [vídeo abaixo].

Em sua fala de nove minutos, ele chamou de "convulsão" a convenção do PSDB realizada no último domingo. "Não dá para dizer que aquilo foi uma convenção. E não dá para acreditar que o PSDB acredita que o povo do Brasil acredita no PSDB. Acho que o PSDB está precisando fazer uma análise. É um poço de incoerência", disse.

O parlamentar lembrou que o líder do DEM, deputado José Mendonça Bezerra Filho, foi autor da emenda da reeleição aprovada em 1997, que permitiu que prefeitos, governadores e presidentes pudessem emendar dois mandatos seguidos. A emenda, que beneficiou Fernando Henrique Cardoso (PSDB), foi aprovada mediante um esquema de compra de votos na Câmara. "Todo mundo sabe que o PSDB usou a máquina para aprovar a reeleição (de FHC). No meu estado, vários deputados federais receberam rádio do PSDB para aprovar a reeleição."

Silvio citou ainda outros exemplos de posicionamentos contraditórios: "Quem criou a CPMF, foi o PSDB. E quem acabou com ela foi PSDB. O PSDB foi o primeiro a mexer e tirar o direito do trabalhador. E agiu certo porque era o PSDB. Depois acabou com o fator. Quando o Tuma quis investigar as privatizações, o FHC demitiu ele".

Além disso, questionou muitos dos argumentos utilizados pelos parlamentares de ambas bancadas: "o que é maior proporcionalmente: 39 ministérios no Brasil ou 27 secretarias em São Paulo?" perguntou.

Em tom de provocação, mandou recado para Aécio Neves: "Aécio não vai ser candidato porque (Geraldo) Alckmin, como se diz no nordeste, já comeu o cartão dele. Serra quer botar o parlamentarismo".

Costa atacou também o presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN), que apareceu no programa Fantástico, da Rede Globo, recebendo R$ 1 milhão. "Que moral é essa? Vocês, da oposição, quando são pegos em corrupção, então tudo bem."

FHC não foi poupado. "Fernando Henrique tem ciúme de Lula, inveja de Lula porque Lula tem cheiro de povo e ele tem cheiro dessa parte dessa elite imbecil de São Paulo, que assaltou o país por 500 anos e que olhava para Minas e para o Nordeste com nojo. Lula fez o povo, acima de tudo, sentir o prazer de viver."

No final, cobrou que a oposição apresente de forma clara qual seu programa para o Brasil: "Vocês não tem credibilidade, proposta e o mais importante na política: chegar ao coração das pessoas".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores