Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

domingo, 20 de março de 2011

Seus olhos tristes

Eu sei eu não consigo esquecer
Eu sei eu não consigo esquecer
 
Eu não consigo esquecer
Seus olhos tristes e magoados
Eu não consigo esquecer
Seus olhos tristes...
 
Eles eram tão bonitos de se ver
Eles eram tão bonitos de se ver
 
Eu sei eu não consigo esquecer
Eu sei eu não consigo esquecer
 
Eu não consigo esquecer
Seus olhos tristes e profundos
Eu não consigo esquecer
Seus olhos tristes...
 
 
Composição e arranjo: f. foresti
©Copyright 2010 Todos os direitos reservados
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores