Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O mosquito e o touro

Um mosquito pousou no chifre de um touro e ficou ali um bom tempo. Quando ia sair, perguntou ao touro:
- Queres mesmo que eu vá embora?
O touro respondeu:
- Assim como não senti tua chegada, não vou sentir tua partida.
Aqui ou alhures, o insignificante não causa nem o bem nem o mal a ninguém.
 
 
ESOPO. Fábulas de Esopo. Tradução de Antônio Carlos Vianna. Porto Alegre: L&PM, 2010. p. 75

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores