Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

terça-feira, 27 de novembro de 2012

O castrado ideal

A moral antinatural, ou seja, quase toda moral que até agora foi ensinada, venerada e pregada, volta-se, ao contrário, justamente contra os instintos da vida – ela é uma condenação desses instintos, ora secreta, ora sonora e  atrevida [...] o santo em quem Deus se compraz é o castrado ideal. A vida acaba onde o reino de Deus começa. P. 46
 
NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Crepúsculo dos ídolos, ou, como se filosofa com o martelo. Porto Alegre: L&PM, 2010. 144 p. (Coleção L&PM Pocket, v. 799). ISBN 978-85-254-1916-3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores