Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Propósito

Uma vez cheguei a refletir sobre as diferentes ocupações a que os homens se entregam nesta vida e fiz a tentativa de selecionar as melhores delas. [...] nada me pareceu melhor do que me manter estritamente em meu propósito [...] empregar todo o tempo da vida para desenvolver minha razão [...] minha alma ficou tão repleta de alegria que todas as outras coisas já nada podiam lhe fazer.
 
Descartes apud Nietzsche

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores