Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

terça-feira, 4 de novembro de 2008

A tolerância repressiva

[...] "tolerância repressiva" de Herbert Marcuse. Ele demonstrou, ou pretendeu demostrar, que a tolerância com os dissidentes da sociedade liberal tem o propósito de servir não para a emancipação de grupos e pessoas explorados, mas para adormecer os impulsos libertários. Com isso, torna-se repressiva, embora sob a aparência de libertadora. p. 131
 THIRTY-CHERQUES, Hermano Roberto. Sobreviver ao trabalho. Rio de Janeiro: FVG, 2004. 184 p.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores