Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Blues literário

A cidade antiga,
O discurso do método,
A auto-biografia,
De Erick Clapton.
 
Todos os nomes,
Carta ao meu pai,
Pedagogia profana,
Brasil nunca mais.
 
A palavra escrita,
A história da arte,
A misteriosa chama,
Da rainha Loana....
 
(refrão)
Eu li todos estes livros e só fiquei mais burro,
Quanto mais eu leio vejo quão pequeno é o mundo.
 
 
composição: f. foresti
Banda Desclassificados

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores