Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Perguntaram ao amigo quais são os frutos do amor...

Perguntaram ao amigo quais são os frutos do amor. Ele respondeu: "Prazeres, meditações, desejos, suspiros, angústias, trabalhos, perigos, tormentos, desfalecimentos. Sem tais frutos o amor não se deixa tocar pelos seus servos".

Muita gente encontrava-se diante do amigo que se queixava do seu amado, o qual fazia crescer os seus amores; e queixava-se do amor que lhe trazia trabalhos e dores. O amado desculpou-se, dizendo que os trabalhos de que acusava o amor eram multiplicações de amores.

LULL, Ramon. O livro do amigo e do amado. Tradução de Luiz Carlos Bambassaro. São Paulo: Escala, [19--]. 74 p.

Um comentário:

Arquivos Malucos

Seguidores