Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Eras tu

Eras tu, eras tu, aquela que sempre amei!
Mas não sabia o teu nome - sei-o agora.
Não sabia como eras - sei-o agora...
[...]
Já te conheço melhor, mas não estou mais perto de ti.
Perco-te mais porque te conheci.
 
PESSOA, Fernando. Poesia. Álvaro de Campos. Edição Teresa Rita Lopes. São Paulo: Cia. das Letras, 2002. p. 463

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores