Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

sexta-feira, 3 de julho de 2009

O homem caminha rumo...

O homem caminha rumo a um horizonte que se evapora à medida que ele imagina estar próximo, toda solução trazendo consigo novos dilemas.
 
Lipovetsky, A felicidade paradoxal, p. 370

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores