Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

sábado, 17 de março de 2012

não se pode ser ao mesmo tempo amado e respeitado

O amor deseja, o temor evita. Por causa disso não se pode ser ao mesmo tempo amado e respeitado pela mesma pessoa, pelo menos ao mesmo tempo. De fato, aquele que respeita reconhece o poder, isto é, o teme; seu estado é um temor respeitoso. Mas o amor não reconhece nenhum poder, nada que separe, distinga, estabeleça superioridade e inferioridade de classe.
 

NIETZSCHE, Friedrich. Humano, demasiado humano. Tradução de Antônio Carlos Braga. 2. ed. São Paulo: Escala, [198-?]. 356 p. ISBN 85-7556-757-8 (Grandes obras do pensamento universal, 42)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores