Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

sábado, 17 de março de 2012

Que seja dito para os homens capazes de dar-se conta

Que seja dito para os homens capazes de dar-se conta: as mulheres têm o entendimento, os homens a sensibilidade e a paixão. Isso não está em contradição com o fato que os homens levam seu entendimento muito mais longe: eles têm os móveis mais profundos, mais poderosos; são esses móveis que levam tão longe seu entendimento que em si é algo de passivo. As mulheres se surpreendem muitas vezes em segredo pelo grande respeito que os homens têm por sua sensibilidade. Se, em sua escolha, os homens procuram antes de tudo um ser profundo, cheio de sensibilidade, as mulheres, pelo contrário, um ser hábil, esperto e brilhante, vê-se claramente, no fundo, que o homem procura o homem ideal, a mulher a mulher ideal, e assim não procuram o complemento, mas a perfeição de seus próprios méritos. P.267-268
 

NIETZSCHE, Friedrich. Humano, demasiado humano. Tradução de Antônio Carlos Braga. 2. ed. São Paulo: Escala, [198-?]. 356 p. ISBN 85-7556-757-8 (Grandes obras do pensamento universal, 42)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores