Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Cicatrizes e tatuagens

Sim, vou adormecer com as suas palavras
Que chegaram flutuando sobre as águas
De um outro planeta, e com precisão galáctica
Acertaram o meu coração como um cometa.
Sim, vou sonhar com você a noite inteira,
Minha musa que não é deste mundo,
Com todas as marcas que a vida lhe dera,
Aqui, neste meu quarto triste e escuro.
Quero que cada uma das minhas cicatrizes
Encontre todas as suas tatuagens
E transformem-se em uma miríade de matizes
Do vermelho, e através do meu coração-bagagem,
Ilumine os corações de todos os marginais e infelizes,
E em silêncio, lunáticos, continuemos nossa viagem.

fforesti.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores