Um livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive. (Padre Antônio Vieira)

sábado, 29 de outubro de 2011

Você acende as horas

Meu amor, você acende as horas.
Meu amor, volta sem demora.
Meu amor, fica aqui comigo
Pra gente sambar.

Meu amor, eu te amo tanto.
Meu amor, resolve o meu pranto.
Meu amor, viaja comigo
Pra qualquer lugar.

Meu amor, faz acontecer.
Mostra tudo o que eu deixer de ver.
Acaba com essa minha dor
Não me faz chorar.

Amor tão bonito,
Tão realidade,
Acreditei tanto
Ser uma verdade,
Agora eu tô sozinho
Só faço chorar.


fforesti.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivos Malucos

Seguidores